Boletim Odara (Julho\Agosto)


Data de publicação: 02 de out de 2018

Olá companheiras e companheiros!

A radicalidade, a irreverência, os gritos de luta, força e resistência definiram a 6ª edição do Julho das Pretas na Bahia. Com uma programação extensa que atravessou os meses de julho – marcado pelo dia 25 de julho: Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha e dia nacional de Tereza de Benguela, e ocupou quase todo o mês de agosto, reafirmando a importância da luta política das mulheres negras.

Neste ano, o Odara – Instituto da Mulher Negra, idealizadora do Julho das Pretas, realizou atividades centradas no debate do enfrentamento ao racismo e do bem viver para as mulheres negras. Com o objetivo de reafirmar as estratégias de resistência na luta e de provocar amplo debate em torno da conjuntura política, como: os 130 anos da falsa Abolição da Escravatura; 30 anos do primeiro Encontro Nacional de Mulheres; 30 anos da Constituição Federal; o aumento significativo do feminicídio de mulheres negras e o extermínio da juventude negra.

Clique aqui Boletim ODARA

Comentários


    Tags relacionadas:
 

Instituto Odara © 2018 - Desenvolvido por Charles Ribeiro