Menu de Categorias

Postado por em 19/07 em Ações

Mulheres Negras e Aborto: Autonomia e Liberdade é tema de abertura da primeira edição do Sisterhood

Mulheres Negras e Aborto: Autonomia e Liberdade é tema de abertura da primeira edição do Sisterhood

O Núcleo de Estudos e Pesquisas em Gênero, Raça e Saúde (NEGRAS) da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) lança a primeira edição do Caderno Sisterhood. Com periodicidade semestral, a publicação acadêmica tem como objetivo contemplar temas de interesse da comunidade negra, particularmente temas pouco discutidos e polêmicos, que são abordados sob a perspectiva e o olhar de ativistas negras. “O Sisterhood será um espaço para que as mulheres negras possam expressar as suas formas de ver o mundo por meio de diversas linguagens e manifestações culturais e políticas”, afirma, no editorial, Emanuelle Goes, membro do Odara – Instituto da Mulher Negra e uma das editoras da publicação. Para o primeiro número, ela explica que, além do chamamento público, foram convidadas mulheres negras que escrevem sobre o tema em blogs e revistas para colaborar com os artigos. O tema de abertura é Mulheres Negras e Aborto: Autonomia e Liberdade. O Caderno apresenta, sob a perspectiva das mulheres negras, textos sobre o aborto desde a produção do conhecimento, a experiência...

Read More

Postado por em 27/06 em Ações, Geral

SEMINÁRIO, EM SALVADOR, TRATA DAS MULHERES NEGRAS NOS CAMPOS DA MÍDIA, REPRESENTAÇÃO E MEMÓRIA

SEMINÁRIO, EM SALVADOR, TRATA DAS MULHERES NEGRAS NOS CAMPOS DA MÍDIA, REPRESENTAÇÃO E MEMÓRIA

A atividade, organizada pelo Odara Instituto da Mulher negra, faz parte da programação da 4ª edição do Julho das Pretas Com o intuito de debater temas como representação, memória coletiva, e espaço político das mulheres negras, o Odara – Instituto da Mulher Negra realizará o “Seminário Mulheres Negras No Foco: Mídia, representação e Memória”, no Auditório da Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris), em Salvador, nos dias 7 e 8 de julho. As inscrições para o seminário podem ser realizadas através do email: julhodaspretas2016@gmail.com  até o dia 28 de junho. O evento faz parte da programação da 4ª edição do Julho das Pretas, na Bahia, e vai debater sobre as mulheres negras e o acesso ao direito à comunicação, representação política, construção dos discursos e narrativas de luta negra e feminista, estratégias e desafios para assegurar o registro e memória da história desta população. O objetivo do seminário é entender e traças caminhos de construção de imagem e discursos contra hegemônicos sobre as mulheres negras nas diferentes linguagens de...

Read More

Postado por em 27/06 em Ações, Empoderamento

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO SEMINÁRIO “MULHERES NEGRAS NO FOCO: MÍDIA, REPRESENTAÇÃO E MEMÓRIA”

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO SEMINÁRIO “MULHERES NEGRAS NO FOCO: MÍDIA, REPRESENTAÇÃO E MEMÓRIA”

Com o intuito de debater temas como representação, memória coletiva, e espaço político das mulheres negras, o Odara – Instituto da Mulher Negra realizará o “Seminário Mulheres Negras No Foco: Mídia, representação e Memória”, no Auditório da Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Barris), em Salvador, nos dias 7 e 8 de julho. Confira detalhes da programação abaixo. 1º DIA, QUINTA-FEIRA, 7 de JULHO 18h 2º DIA, SEXTA-FEIRA, 8 de JULHO 9h 2º DIA, SEXTA-FEIRA, 8 de JULHO 10h30 2º DIA, SEXTA-FEIRA, 8 de JULHO 14h 2º DIA, SEXTA-FEIRA, 8 de JULHO 15h30 2º DIA, SEXTA-FEIRA, 8 de JULHO...

Read More

Postado por em 08/06 em Ações

Carta da AMNB contra o Golpe de Estado em curso no Brasil

Carta da AMNB contra o Golpe de Estado em curso no Brasil

Diante da instalação ilegítima de um Governo Interino no país fruto de desrespeito flagrante à Constituição brasileira e cenário de ataques ao estado democrático de direito, nós, integrantes da Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB), organização que, ao longo da sua história tem se pautado pela luta de enfrentamento ao racismo, ao sexismo e todas as formação de discriminação e pelos princípios basilares do Estado Democrático de Direito, comunicamos que: Repudiamos as iniciativas de impedimento da Presidente Dilma Rousseff, primeira mulher a governar o país, sem que se provasse qualquer crime de responsabilidade cometido por ela. Este processo é mais um atentado à democracia planejado e operacionalizado por uma oligarquia de homens brancos, velhos e ricos, que sempre atuou contra a vida e os direitos de mulheres e homens negras e negros, da juventude negra, das comunidades quilombolas e indígenas, de lésbicas, gays, trans, de religiosas e religiosos de matriz africana e de toda a população que luta por igualdade e justiça; Não reconhecemos o Governo Interino do Presidente golpista Michel Temer. E denunciamos seus...

Read More

Postado por em 24/05 em Ações

Movimento negro busca apoio do MP para implementação da lei que obriga ensino da cultura afro-brasileira

Movimento negro busca apoio do MP para implementação da lei que obriga ensino da cultura afro-brasileira

Representantes de entidades que compõem o movimento negro na Bahia foram recebidos pela procuradora-geral de Justiça Ediene Lousado na tarde de hoje, dia 20. Eles entregaram à PGJ uma representação solicitando a atuação do Ministério Público estadual para promover no estado a implementação efetiva da Lei nº 10.639/2003, que altera a lei que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-brasileira e Indígena”. Atenta às considerações dos participantes da reunião, Ediene Lousado destacou que “a dívida do Estado com o afrodescendente é secular. Temos obrigações a cumprir e iremos fazer a nossa parte, ombreando com vocês na luta pelo cumprimento da lei”. A representação foi passada às mãos das promotoras de Justiça que coordenam o Grupo de Atuação Especial de Proteção dos Direitos Humanos e Combate à Discriminação (GEDHDIS), Lívia Vaz, e o Centro de Defesa da Educação (Ceduc), Maria Pilar Menezes, que deverão instaurar procedimento e adotar as medidas necessárias à...

Read More

Postado por em 19/05 em Ações

Entidades negras da Bahia realiza ato para entrega de documento ao Ministério Público da Campanha Nacional pela Implementação do Art.26 da LDBEN

Entidades negras da Bahia realiza ato para entrega de documento ao Ministério Público da Campanha Nacional pela Implementação do Art.26 da LDBEN

Um conjunto de entidades negras da Bahia entregará no próximo dia 20 uma representação junto ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) solicitando a criação de uma equipe multidisciplinar para realizar um diagnóstico sobre a implementação efetiva do Art. 26-A da LDBEN no Estado. O artigo citado refere-se à Lei 10.639/20031, a qual estabelece a inclusão do ensino da História e Cultura Afro-Brasileira na Educação Básica.Além disso, Lei 13.182/2014 do Estado da Bahia2no seu Art. 25 estabelece que o Estado adotará ações para assegurar a qualidade do ensino da História e da Cultura Africana, Afro-brasileira e Indígena. As entidades consideram que as consequências subjetivas e objetivas desses imaginários racistas cristalizados sobre o Brasil – bastante nefasto para a formação das suas negras gerações – contribuem para a subalternização das mentes potencialmente criativas das nossas crianças, adolescentes e adultos. Portanto, fazer com que, a sociedade passe a refletir de forma positiva sobre a importância das contribuições, no âmbito civilizatório, deixadas/os pelas/os ancestrais africanas/os no país e, a partir daí, se posicionar...

Read More
Página 3 de 1012345...Última »