Menu de Categorias

Postado por em 24/07 em Empoderamento, Mulher

MOVIMENTOS DE MULHERES NEGRAS DA BAHIA ORGANIZA MARCHA NO DIA 25 DE JULHO

MOVIMENTOS DE MULHERES NEGRAS DA BAHIA ORGANIZA MARCHA NO DIA 25 DE JULHO

Denunciar a proporção e a invisibilização da violência contra as mulheres negras está entre as pautas centrais   O dia 25 de Julho é marcado internacionalmente como o Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Aqui no Brasil, no mesmo dia, também é comemorada a memória da histórica líder quilombola Tereza de Benguela. Para reverenciar a força das ancestrais, e a luta cotidiana das mulheres negras, o movimento de mulheres negras da Bahia promove a “Marcha Pela Vida das Mulheres Negras 2017”, com concentração em frente ao Iguatemi, às 9h. A marcha irá destacar a necessidade de mais ações coletivas e de políticas públicas efetivas que visem o enfrentamento da violência recorrente e sistemática contra as mulheres negras. De acordo com o “Mapa da Violência 2015: Homicídios de Mulheres no Brasil”, realizado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FlACSO), o assassinato de mulheres negras aumentou 54% nos últimos dez anos, de 1.864 (2003) para 2.875 (2013). Em 2013, a taxa de mortes por assassinato de mulheres no Brasil, para...

Read More

Postado por em 10/07 em Empoderamento

INSTITUTO ODARA REALIZA, JUNTO A PARCEIRAS, A 5ª EDIÇÃO DO JULHO DAS PRETAS

INSTITUTO ODARA REALIZA, JUNTO A PARCEIRAS, A 5ª EDIÇÃO DO JULHO DAS PRETAS

  A ativista e filósofa Angela Davis está entre as diversas feministas negras presentes nas atividades dos dias 25 e 26 de julho Por Alane Reis O Julho das Pretas, agenda comum de intervenção do movimento de mulheres negras em homenagem ao mês da mulher negra latino americana e caribenha, chega a sua 5ª edição. O Odara – Instituto da Mulher Negra, organização que provocou a criação Do Julho, além de fortalecer e apoiar as atividades desenvolvidas por diversos coletivos e organizações de mulheres negras em toda Região Nordeste, sempre realiza sua própria atividade, que este ano cai nos dias 25 e 26 de julho. A abertura oficial das atividades do Instituto Odara será a Conferência “Angela Davis: Atravessando o Tempo e Construindo o Futuro da Luta Contra o Racismo”, dia 25, às 18h, no auditório da Reitoria da UFBA, no bairro do Canela, em Salvador. Na ocasião, a ativista, filósofa e feminista negra estadunidense, falará sobre suas percepções sobre a luta das mulheres e do povo negro nas...

Read More

Postado por em 12/04 em Empoderamento

VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES NEGRAS É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA

VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES NEGRAS É TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA DA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DA BAHIA

O evento marca a importância de politizar as violências e a morte de mulheres negras motivadas por sexismo e racismo “As Faces da Violência Contra as Mulheres Negras” é o tema da audiência pública que acontecerá na próxima terça-feira (18), na sala das comissões José Amando da Assembléia Legislativa da Bahia (ALBA), às 9h30. O evento é organizado pela Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB), o Odara – Instituto da Mulher Negra, em parceria com a Comissão Especial da Promoção da Igualdade da ALBA. A audiência é uma ação do projeto Dijó – Mulheres Negras Contra a Violência, articulado pela AMNB em três estados: Minas Gerais, Porto Alegre e Bahia. A ação tem como objetivo acompanhar, denunciar e construir estratégias de enfrentamento a violência doméstica que atinge preferencialmente as mulheres negras no Brasil. De acordo com o “Mapa da Violência 2015: Homicídios de Mulheres no Brasil”, realizado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FlACSO), o assassinato de mulheres negras aumentou 54% nos últimos dez anos, de 1.864...

Read More

Postado por em 27/10 em Empoderamento

DeFatoOnline – Mortes de mulheres negras aumentam em dez anos

DeFatoOnline – Mortes de mulheres negras aumentam em dez anos

ALARMANTE A violência contra a mulher branca diminuiu, mas contra a mulher negra só tem aumentado no Brasil. De acordo com o Mapa da Violência, divulgado pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), de 2003 a 2013 a morte de mulheres brancas por violência diminuiu 10%, mas a morte de mulheres negras aumentou 54% em todo o País. Tal estatística foi um dos motivadores da audiência pública realizada pela Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) nessa terça-feira, 25 de outubro. A coordenadora do Nzinga – Coletivo de Mulheres Negras, Benilda Regina Paiva Brito, reforçou que as questões de raça impactam a violência de gênero, sendo o racismo ainda um assunto tabu, cuja legislação é de difícil aplicação. “Todas as estatísticas são piores para nós. A Lei Maria da Penha não teve impacto sobre nossas vidas. Uma raça aumenta enquanto a outra diminui. Se você é preto e pardo e tem entre 15 e 29 anos, a sua chance de ser assassinado no Brasil aumenta...

Read More

Postado por em 19/10 em Empoderamento

II Colóquio sobre Saúde da População Negra

II Colóquio sobre Saúde da População Negra

Nos dias 21 e 22 de outubro, a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública promove o II Colóquio sobre Saúde da População Negra, na Unidade Acadêmica Cabula. A iniciativa é fruto de uma parceria entre o Complexo Comunitário Vida Plena (CCVP), a Sociedade Hólon e o curso de Medicina da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. O encontro foi proposto em comemoração ao Dia de Mobilização Nacional Pró-Saúde da População Negra, celebrado no dia 27 de outubro, destinado a estudantes de graduação, pós-graduação, docentes e profissionais da área de saúde e que proporcionará um espaço de diálogo e socialização das práticas de cuidado voltadas para a população negra, integrando as políticas públicas e a legislação voltada ao contexto da saúde e à gestão clínica. O seu público-alvo é a comunidade acadêmica acreditando-se  ser ela  a protagonista no processo de concretização da mudança do modelo de atenção à saúde que prioriza a integralidade e equidade no cuidado à população negra. Saúde da População Negra A saúde da população...

Read More

Postado por em 26/09 em Empoderamento

Audiência vai discutir violações de direitos das mulheres negras com relatora da OEA  em Salvador

Audiência vai discutir violações de direitos das mulheres negras com relatora da OEA em Salvador

Nesta quinta-feira, 29 de setembro, ás 9h, o movimento de mulheres negras da Bahia receberá em audiência pública a relatora dos Direitos dos Afrodescentes e das Mulheres da Organização dos Estados Americanos (OEA), Margarette Macaulay para discutir a situação de violações dos direitos humanos das mulheres negras no Brasil. O evento acontecerá no hotel Golden Tulip, em Salvador. A OEA é uma referência internacional para a defesa de direitos humanos, que investiga e impõe ações que o Brasil deverá realizar para reparar o dano e evitar situações de violações sofridas por causa do racismo, sexismo e todas as formas de discriminação. Nesta audiência é importante que a relatora adquira informações e apure casos de violação que atinge as mulheres negras e toda a população negra brasileira. A relatora está no Brasil durante três dias para participar de audiências públicas com os movimentos sociais de três estados: Rio de Janeiro, Bahia e São Paulo.  As audiências foram organizadas pela Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB) e suas filiadas:...

Read More
Página 1 de 912345...Última »