Menu de Categorias

Postado por em 11/01 em Empoderamento

Fórum Awid oferece 200 inscrições gratuitas para participantes residentes no Brasil

Fórum Awid oferece 200 inscrições gratuitas para participantes residentes no Brasil

O processo de seleção para isenção na taxa de inscrição está aberto – serão contempladas 200 pessoas residentes no Brasil! Não perca tempo, mobilize outras/os ativistas interessadas/os, preencha o formulário e envie para inscricao@awid.org!!! O prazo de envio é até o dia 8 de fevereiro. Mais em breve! Em breve compartilharemos informações sobre possíveis fontes de financiamento. Favor voltar a consultar a respeito na metade de Janeiro de 2016! Para mais...

Read More

Postado por em 26/11 em Empoderamento

Mulheres Negras em Marcha, esses Passos vêm de longe

Mulheres Negras em Marcha, esses Passos vêm de longe

Por Emanuelle Goes, do Analise Política em saúde  No dia 18 de novembro, momento que será histórico e provavelmente demarcará novos caminhos dos movimentos negros no Brasil, as mulheres negras marcharam em Brasília por um País inclusivo sob a perspectiva antirracista e anti-sexista. Há quanto tempo as mulheres negras marcham? Sigo com a resposta, “Nossos passos vêm de longe”, frase que se tornou lema e que ganhou visibilidade na escrita e na voz de Jurema Werneck. Este lema nos remete sempre a lembrar do nosso ponto de partida que é a ancestralidade de mulheres negras líderes e protagonistas das diversas lutas do povo negro. A participação efetiva das mulheres negras pelo direito à vida e à dignidade humana da população negra acontece desde sempre, sendo luta e sobrevivência sinônimos, praticamente.  Ainda nos dias de hoje, muitas pautas são as mesmas de outrora sobre direitos a saúde, educação, espaço, terra e espaço de representação política. Em verdade, reconhecemos avanços, até porque fomos nós que construímos e implementamos as estratégias de políticas...

Read More

Postado por em 24/09 em Empoderamento

Grupo Assessor da Sociedade Civil da ONU Mulheres Brasil e Rede de Mulheres Negras da Bahia reforçam mobilização para a Marcha das Mulheres Negras

Grupo Assessor da Sociedade Civil da ONU Mulheres Brasil e Rede de Mulheres Negras da Bahia reforçam mobilização para a Marcha das Mulheres Negras

  Nesta sexta-feira (18/09), o grupo assessor da sociedade civil da ONU Mulheres Brasil realizou encontro com representantes da Rede de Mulheres Negras da Bahia para conhecer as ações que vem sendo desenvolvidas pelo movimento de mulheres negras no estado da Bahia e reafirmar a agenda de fortalecimento e mobilização para a Marcha das Mulheres Negras Contra o Racismo, a Violência e Pelo Bem Viver, que acontecerá no dia 18 de novembro, em Brasília. O encontro aconteceu durante a reunião do grupo assessor, em...

Read More

Postado por em 30/07 em Empoderamento

PELA AUTONOMIA DO MOVIMENTO DE MULHERES NEGRAS – O JULHO DAS PRETAS É NOSSO

PELA AUTONOMIA DO MOVIMENTO DE MULHERES NEGRAS – O JULHO DAS PRETAS É NOSSO

  Salvador, 30 de Julho de 2015 Exma. Sra Vera Lúcia Barbosa Secretária de Promoção da Igualdade do Estado da Bahia – Sepromi   Prezada Senhora   Assistimos estarrecidas e reflexivas a forma abusiva como a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial da Bahia (Sepromi) se apropriou indevidamente da marca e história de construção do “Julho das Pretas” na Bahia. Sabemos que o governo tem autonomia para criar suas próprias marcas e chamadas baseadas nas políticas públicas que é da sua competência implementar, a exemplo, do Carnaval Ouro Negro, do Março Mulher, do Novembro Negro e do Agosto da Igualdade.  Contudo, devemos deixar demarcado quais são os limites do Estado e do movimento social. Isso é imprescindível não confundir.   É fundamental que os limites sejam respeitados.  A Sepromi não tem o direito de se apropriar da marca, história e agenda do “Julho das Pretas” como se fosse parte integrante dos programas desta secretaria. Até porque, as demandas e as necessidades das Mulheres Negras no estado da Bahia clamam por respostas urgentes...

Read More

Postado por em 21/07 em Empoderamento

Dia da Mulher Negra é homenageado em Salvador e no interior 

Dia da Mulher Negra é homenageado em Salvador e no interior 

No dia 25 de julho é comemorado o dia da Mulher  Afro-latino Americana e Afro-Caribenha. Nesta data é dado destaque para as atividades e ações que vem sendo realizadas pelas organizações de mulheres negras durante todo o ano. Além de evidenciar e fortalecer a luta das mulheres negras pela garantia de direitos antirracista e antisexista. Pensando nisso o Odara – Instituto da Mulher Negra criou o Julho das Pretas que é uma agenda comum de intervenção do movimento de mulheres negras da Bahia, que além de discutir a programação de atividades e ações de mulheres negras, se propõe a debater amplamente o perfil, as problemáticas e prioridades das intervenções nos territórios da Bahia. O Julho das Pretas conta com atividades sendo realizadas desde o dia 02 até o dia 31 de julho na capital e nas cidades de Cachoeira, São Francisco do Conde, Santo Amaro e Camaçari. Serão seminários, debates, oficinas, feira e exibição de filmes que reforçam o perfil da mulher negra e as problemáticas que as envolvem....

Read More

Postado por em 14/07 em Empoderamento

Odara Instituto da Mulher Negra apoia candidatura de Matilde Ribeiro à diretora do campus Malés da UNILAB/BA

Odara Instituto da Mulher Negra apoia candidatura de Matilde Ribeiro à diretora do campus Malés da UNILAB/BA

No dia 16 de julho de 2015 a comunidade acadêmica da Universidade de Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira (UNILAB) estará organizada para eleger uma representação para dirigir o Campus Malés, em São Francisco do Conde/BA.  E nós, do Odara – Instituto da Mulher Negra, sempre atentas às questões que impactam na vida das mulheres negras, não poderíamos nos eximir do debate e nos posicionamos sobre a sucessão desta diretoria, que implica na efetivação de uma universidade pública federal compromissada com a interculturalidade, com a equidade e à justiça social. Sabemos que a UNILAB é uma instituição que tem por finalidade a educação superior e a geração de conhecimentos, visando o intercâmbio cultural, científico e educacional, com países membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), especialmente os países africanos. Entendemos que é imprescindível que seus dirigentes tenham total e comprovado comprometimento com a igualdade racial, especialmente a população negra, consequentemente, com a efetivação desta empreitada Neste sentido, é que nós do Odara organização com firmamento nos princípios fundamentais...

Read More
Página 4 de 10« Primeira...23456...Última »