Menu de Categorias

Postado por em 25/10 em Mulher

SALVADOR SEDIA LANÇAMENTO DO LIVRO DE FOTOGRAFIAS “MEMÓRIAS DE RESISTÊNCIAS NEGRAS”

SALVADOR SEDIA LANÇAMENTO DO LIVRO DE FOTOGRAFIAS “MEMÓRIAS DE RESISTÊNCIAS NEGRAS”

Acervo inédito de quase quatro décadas é lançando na próxima quarta-feira (28) Trinta e cinco anos de registros fotográficos de manifestações políticas e culturais do movimento negro baiano está sob o alcance das mãos. O presente trata-se do lançamento do livro “Memórias de Resistências Negras”, uma seleção de 100 fotografias de manifestações do Movimento Negro e o cotidiano dos afrodescendentes em diversas temáticas e contextos políticos, artísticos e culturais na Bahia. O lançamento acontece na próxima quarta-feira (28), às 18h30min, no Auditório do Centro de Cultura da Câmara de Vereadores – ao lado do Elevador Lacerda, Pelourinho. A publicação é organizada pelo Zumvi Arquivo Fotográfico, um acervo de fotos de comunidades negras da Bahia, e suas expressões políticas e culturais. O Zumvi é mantido há quase três décadas pelo fotógrafo e idealizador do projeto, Lázaro Roberto, que com uma câmera na mão e muita sensibilidade no olhar percorreu a Bahia e o Brasil coletando instantes de memórias de resistências negras. O livro traz fotos inéditas de momentos emblemáticos na...

Read More

Postado por em 24/09 em Mulher

Temores bem fundados

Temores bem fundados

“O que vai melhorar nossa vida é a política. por Edson Lopes Cardoso Do Brado Negro O artista plástico e escritor pernambucano José Cláudio da Silva, ao se definir como negro, há mais de trinta anos, utilizou as seguintes expressões: “Tenho medo de fardado, tenho medo de rico, tenho medo de lei, tenho medo de doutor” (“Redação sobre minha cor”, Novos Estudos Cebrap, v. 2, 1, p.73-75, abr. 1983). A definição foi elaborada por quem se percebia, com seus temores, num dado contexto, envolvido por um conjunto de relações e instituições ameaçadoras. Eu sou aquele que, por ser quem sou, temo o poder do dinheiro e da justiça, a força das armas e do prestígio social. Podermos dizer que, em razão das circunstâncias, a ideia de ser negro se organiza em torno de um imenso temor, que José Cláudio articulou a hierarquias e privilégios. Quem somos? Somos aqueles que, nesse tempo e nesse espaço, temos razão de sobra para sentir medo. O registro desses padrões de percepção é importante e...

Read More

Postado por em 18/06 em Mulher

Formação do Núcleo de Comunicação da Rede de Mulheres Negras da Bahia começa nesta sexta

Formação do Núcleo de Comunicação da Rede de Mulheres Negras da Bahia começa nesta sexta

A Rede de Mulheres Negras da Bahia, através da Associação Cultural e Carnavalesca Afoxé Kambalagwanze, inicia nesta sexta-feira, 19, às 9h, na sede do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN), as oficinas do projeto Mulheres Negras em Rede, para a formação do Núcleo de Comunicação da Rede. A mesa de abertura com tema “O Movimento das Mulheres Negras e Jovens no Brasil: Avanços, Desafios e Perspectivas” irão debater a história e os caminhos do feminismo negro. A iniciativa venceu o Edital “Mulheres Negras e Populares: Traçando Caminhos, Construindo Direitos” da Coordenadoria Ecumênica de Serviços (CESE). Concorreu com 131 proposições de todo o Brasil, sendo uma das duas selecionadas no Estado. O projeto beneficiará 30 jovens negras, de 18 a 28 anos, de instituições sociais da capital e do interior da Bahia que atuam no combate ao racismo, machismo, homofobia e diversas formas de opressão e pelo empoderamento e bem viver das mulheres negras. Durante os encontros bimestrais, nos próximos oito meses, as selecionadas irão passar por formação política...

Read More

Postado por em 21/05 em Mulher

Racismo na Cidade Segregada: Salvador em Debate

Racismo na Cidade Segregada: Salvador em Debate

A relação entre Políticas Urbanas e Racismo em Salvador será o tema central da nova edição do projeto “A Cidade que Queremos!”, que acontecerá no dia 25 de maio (segunda-feira), das 18h às 21h30, no Centro de Estudos Afro-Orientais, no bairro 2 de Julho. Os debates, que serão mediados pela urbanista Glória Cecilia, pesquisadora do Grupo Lugar Comum da Ufba, focarão nas questões do racismo, do preconceito e da discriminação que ocorrem em Salvador e que atingem, sobretudo, os jovens negros, mulheres, transgêneros, além de outros grupos não hegemônicos. De acordo com uma nota divulgada pelos movimentos Desocupa e Nosso Bairro é 2 de Julho, organizadores do evento, “o ponto de partida dos debates será o reconhecimento da persistência e atualização de um histórico de urbanização marcado por uma vasta produção de acirradas desigualdades socioespaciais, no qual o racismo joga peso decisivo, enquanto aspecto constituinte da produção em massa da pobreza urbana”. Eles citam como exemplo desta situação perversa a recente chacina pela Polícia Militar de 12 jovens negros...

Read More

Postado por em 06/05 em Mulher

Relatório traz números preocupantes sobre violência contra as mulheres

Relatório traz números preocupantes sobre violência contra as mulheres

Em média, são 13 casos de estupro por dia no RJ; maioria das vítimas é menor. Número de assassinatos vem aumentando ano a ano. Do G1 No Rio, um relatório traz números preocupantes sobre a violência contra a mulher. Em média, são 13 casos de estupro por dia no estado. A maioria das vítimas é menor de idade. O número de assassinatos vem aumentando ano a ano. Com queimaduras de segundo grau espalhadas pelo corpo, Adriana lembra da agressão do marido quando estava cozinhando no fogão: “Pegou o álcool e lançou em cima de mim. Como eu estava no fogo, aquela labareda subiu, tomou conta dos meus cabelos, do meu rosto”. O companheiro dela, Erlon da Silva Araújo, foi preso. Ele é o pai dos dois filhos de Adriana. Foram 12 anos de agressões dentro de casa. “A relação era horrível. Ele ameaçava em pegar as filhas e ela e matar. Quem vai entregar ele? Ela ficava com medo, não falava para a família”, conta o tio de Adriana,...

Read More
Página 5 de 10« Primeira...34567...Última »