Menu de Categorias

Postado por em 06/03 em Geral | 0 comentários

Olá, mulheres…

Fundada em agosto de 2010. O ODARA – Instituto da Mulher Negra é uma organização feminista negra que visa superar em nível pessoal e coletivo a discriminação e o preconceito, bem como buscar alternativas que proporcionem a inclusão sociopolítica e econômica das mulheres afrodescendentes e seus familiares na sociedade.

A Bahia é o estado com maior número de famílias chefiadas por mulheres em relação ao restante do Brasil, a elas são destinadas todo o tipo de responsabilidade, desde o sustento a outros cuidados familiares (saúde, educação, segurança, moradia…) e, é esta mesma mulher que vem engrossando o percentual de pobres no Brasil. Não é por acaso que os dados estatísticos apontam para uma pobreza que tem cor e raça, a tão falada feminização da pobreza tornando as mulheres vulneráveis a todo tipo de violência, em especial as mulheres negras.

O Instituto surgiu a partir da constatação acima, de que as especificidades do ser mulher e, negra, pobre, na sociedade brasileira pressupõe um conjunto de desvantagens, tais como: menor salário, menor acesso a níveis elevados de formação, celibato involuntário, maior responsabilidade no sustento familiar, maior índice de desemprego e miséria, quando articuladas vão agudizar a exclusão e muitas dessas não contempladas nas bandeiras de luta dos movimentos sociais.

Diante desse quadro, cinco organizações de mulheres negras de Salvador(N’zinga–Coletivo de Mulheres Negras, Associação Renascer Mulher, OPAXORÔ –  Serviços Educacionais, Uniart, Obirinlá ) refletiram, problematizaram e por fim pactuaram e criam ODARA Instituto da Mulher Negra. Um espaço com a finalidade de atuar na mobilização e articulação política das mulheres negras do estado da Bahia, tendo como referencial teórico os princípios da ancestralidade, identidade e organização.

Comments

comments