REVISTA AFIRMATIVA LANÇA 3ª EDIÇÃO NO NOVEMBRO NEGRO, EM SALVADOR, EM HOMENAGEM AS JUVENTUDES NEGRAS


Data de publicação: 14 de nov de 2018

O coletivo de mídia negra lançará também um novo portal e uma série de vídeos

A juventude negra protagoniza e tece as linhas que dão vida a 3ª edição da Revista Afirmativa. O lançamento acontece nesta quarta (21), às 18h, no Jardim das Delicias, no Pelourinho. Além do lançamento da revista impressa, a programação conta com a estreia do novo portal online e da série “A Juventude Negra Comunica o Direito à Vida”, além de um pocket show com Zinha e Makena.

A 3ª edição da Revista é fruto do projeto “A Juventude Comunica o Direito a Vida”, que objetiva resgatar as histórias de vidas abreviadas e reduzidas em estatísticas e problematizar as diversas formas de violências que atingem a juventude negra brasileira. A iniciativa realizou um concurso para jovens negros jornalistas recém-formados e estudantes de jornalismo de todo Brasil e premiou os três primeiros selecionados, que terão seus textos publicados no portal. Já o material selecionado em primeiro lugar também será veiculado na edição impressa. A revista será distribuída gratuitamente no local.

O concurso também selecionou três roteiros para produção de uma vídeo-série, que será lançada no Youtube, Vimeo e exibida no lançamento. A série conta com três episódios sobre formas de resistência da juventude negra: Ep 1- Fancha, dirigido por Izzadora Sá, sobre lésbicas negras e de periferia. Ep 2: De Quebrada, dirigido por Icaro Jorge, sobre a ocupação de espaços públicos de Salvador pela Juventude Negra. Ep 3 – Corpos violentos ou vialodos? – dirigido por Marcelo Ricardo, sobre masculinidades negras.

A frente do projeto “A Juventude Comunica o Direito a Vida”, a Revista Afirmativa é um coletivo de mídia negra criado em 2013, que protagoniza ações sociais pelos direitos da juventude, direito à livre comunicação e à cultura. O projeto contou com a parceria do Odara Instituro da Mulher Negra, Coletivo de Cinema Negro Tela Preta, Estúdio Eban, Herdeira da Beleza, entre outros.

“A revista nasce de uma proposta coletiva e vem se mantendo há quase cinco anos desta mesma forma. Este projeto é fruto do esforço de muita gente, de organizações, coletivos, pessoas que acreditam na importância da mídia negra para a resistência do povo negro. A Afirmativa fortalece uma frente de veículos da mídia negra baiana que atua junto com os movimentos”, declara Alane Reis, uma das editoras da revista.

A campanha de divulgação do projeto celebra a atuação de comunicadores negros. André Luís Santana, Camila de Moraes, Jamile Menezes, Juliana Dias, Luciane Neves, Maíra Azevedo, Midiãn Noelle, Mônica Santana, Monique Evelle, Naiara Oliveira, Rita Batista, Vânia Dias, Valéria Lima e Yuri Silva são os profissionais que compartilharam suas imagens, trajetórias e opiniões para fortalecer e dar vida a iniciativa.

SERVIÇO

O QUÊ: Lançamento da 3ª Edição, Portal Afirmativa e série “A Juventude Negra Comunica o Direito à Vida” + Pocket Show de Zinha e Makena

QUANDO: 21/1,1 às 18h

ONDE: Jardim das Delicias – Pelourinho, R. João de Deus. N 12

QUANTO: Grátis, com distribuição da revista.

Comentários


    Tags relacionadas:
 

Instituto Odara © 2018 - Desenvolvido por Charles Ribeiro