Programa de Saúde das Mulheres Negras

O Programa tem como objetivo realizar ciclos formativos com mulheres, jovens e LBTs negras para atuar em defesa do direito à saúde, dos direitos sexuais e direitos reprodutivos e autocuidado. Tem promovido encontros com defensoras de direitos humanos LGBTs das cinco regiões do Brasil para pensar estratégias coletivas de cuidado, saúde e segurança, bem como, para fortalecer a incidência em torno da agenda de saúde. Também tem promovido debates com grupos de mulheres e jovens negras das comunidades periféricas de Salvador.

O Programa de Saúde das Mulheres Negras atua com base na Política Nacional de Saúde Integral da População Negra e Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher, visando a democratização do acesso à saúde, incidindo no enfrentamento ao racismo patriarcal no sistema de saúde, que afeta as mulheres negras cis e trans.

O Programa também atua na Participação e no Controle Social do Sistema Único de Saúde (SUS) e nas estratégias de enfrentamento: à violência obstétrica e mortalidade materna; criminalização e insegurança do aborto; pobreza menstrual; e lesbitransfobia no sistema de saúde; especialmente na Região Nordeste.

Dessa forma, é compromisso do Programa promover a cultura do autocuidado, a priorização da saúde mental e o acesso à saúde, tendo como perspectiva a construção do Bem Viver.

Compartilhe nossa luta