Quem Somos

O Odara – Instituto da Mulher Negra é uma organização negra feminista, centrada no legado africano, sediada em Salvador, na Bahia. O Instituto surgiu em 2010 com o compromisso de atuar pelo fortalecimento da autonomia e garantia de direitos das mulheres negras, e pelo enfrentamento às violências raciais e de gênero.

A partir desta visão, desenvolvemos e apoiamos programas, projetos e agendas que têm por objetivo combater e atenuar os efeitos do racismo, sexismo, LBTfobia e formas correlatas de opressões, que provocam um conjunto de desvantagens para a população negra, e em especial para as mulheres negras.

Nossa incidência política está organizada a partir dos Programa de Direitos Humanos, Programa de Comunicação, Programa de Educação e Formação Política e Programa de Saúde das Mulheres Negras.

O Instituto Odara mantém diálogos e parcerias com organizações de mulheres negras da Região Nordeste, do Brasil e da América Latina, por acreditarmos que a luta por liberdade e emancipação do povo preto e a construção de uma sociedade de Bem Viver precisa acontecer de maneira transnacional.


Missão

Combater o racismo, o  sexismo, a lesbitransfobia e formas correlatas de opressões, para a defesa da liberdade e autonomia das mulheres negras, e a construção de uma sociedade de Bem Viver.


Valores e Princípios

Atuamos radicalmente a partir da defesa de uma sociedade mais justa e igualitária, onde os Direitos Humanos Universais sejam, de fato, garantidos para todes. Onde o racismo, o machismo e a LBTfobia – violências estruturais decorrentes dos processos de colonização – não mais atravessem as existências das mulheres negras e que estas tenham as condições materiais e simbólicas para forjar uma sociedade de Bem Viver.

Desta forma, os valores e princípios que nos guiam são:

  • Ancestralidade
  • Liberdade
  • Autonomia
  • Defesa da pluralidade
  • Circularidade
  • Feminismo Negro
  • Antirracismo
  • Antisexismo
  • Defesa dos Direitos Humanos Universais
  • Enfrentamento ao genocídio da população negra