Ana Célia Silva é homenageada em Seminário dos dez anos da Lei 10.639

No dia 06 de dezembro (sexta-feira) acontecerá homenagem à professora doutora e ativista histórica do movimento negro no Brasil, Ana Célia Silva. A solenidade será realizada durante o Seminário Nacional “Axé – 10.639 maneiras de vivenciar africanidades” organizado pelo Odara – Instituto da Mulher Negra, no Museu de Arte Sacra, às 17h30.

O Seminário Nacional “Axé – 10.639 maneiras de vivenciar africanidades” que será realizado  de 06 a 08 de dezembro, em Salvador e Candeias, tem o objetivo de refletir e debater os dez anos da Lei 10.639/03, que torna obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio e capacitar 150 profissionais da área de educação do país em Educação para Relações Étnico-Raciais e de Gênero.

Sobre a homenageada

Autora dos livros A Discriminação do Negro no Livro Didático e Desconstruindo a Discriminação do Negro no Livro Didático e A Representação Social do Negro no Livro Didático: O que mudou? Por que mudou?, pela editora Edufba, Ana Célia tem desenvolvido trabalhos sobre questão racial e educação, desde os anos 80.  Em seus livros e artigos a autora trata sobre a identificação da representação dos negros e negras no livro didático e aponta um longo caminho para trabalhar com questões raciais e quebra de estigmas e preconceitos no ambiente escolar.

Currículo de Ana Célia Silva: É Titular em exercício na Graduação e no Mestrado em Educação e Contemporaneidade do Departamento de Educação do Campus I da UNEB e também é Membro Titular do Conselho Estadual de Cultura da Bahia.

Serviço
O quê:
 Abertura do Seminário Nacional “Axé – 10.639 maneiras de vivenciar africanidades” e homenagem a Professora Ana Célia Silva.
Quando:  06 de dezembro de 2013
Onde: Museu de Arte Sacra – Rua do Sodré S/N, Largo Dois de Julho.
Horário: 17 h30

Deixar uma resposta