CHAMADA PÚBLICA ODARA – SELEÇÃO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE MOBILIZAÇÃO NA ÁREA DE DIREITOS HUMANOS (JUVENTUDES)

Temos vagas para:

– 3 mobilizadores jovens;

O Odara – Instituto da Mulher Negra é uma organização negra e feminista, centrada no legado africano, voltada para o fortalecimento das mulheres negras, e por consequente, da população negra e da sociedade brasileira como todo. Atuamos através de programas e projetos a nível local, em Salvador, estadual, na Bahia, regionalmente, na Região Nordeste, nacional e internacionalmente.

O Instituto está selecionando profissionais MEI para Prestação de Serviços de Mobilização na área de direitos humanos – juventudes, em Salvador/BA, nos territórios do Cabula (Narandiba, Doron, Saboeiro, São Gonçalo, Tancredo Neves, Jardim Santo Inácio, Mata Escura, Engomadeira, Arraial do Retiro, Calabetão, Estrada das Barreiras e Cabula VI), do Nordeste de Amaralina (Santa Cruz, Vale das Pedrinhas, Nordeste de Amaralina e Chapada do Rio Vermelho) e do Subúrbio (Lobato, São João do Cabrito, Plataforma, Alto da Terezinha, Rio Sena, Praia Grande, Itacaranha, Periperi, Nova Constituinte, Coutos, Fazenda Coutos e Paripe).

Os interessados deverão encaminhar Currículo Vitae (CV) ou Lattes e carta de apresentação e intenções (COM ATÉ 2700 CARACTERES, INCLUINDO ESPAÇO), até o dia 05 de setembro de 2022. AS INSCRIÇÕES DEVEM SER FEITAS EXCLUSIVAMENTE POR FORMULÁRIO NO GOOGLE DOCS.

Em nossa organização, o Projeto Jovens Negros na Construção de uma Cultura de Paz e Acesso à Justiça, se propõe a atuar com jovens negros e suas famílias, em Salvador, residentes em territórios com alto índice de violência sistemática contra jovens negros, com culminância no extermínio, que são Cabula, Nordeste de Amaralina e Subúrbio, numa articulação com o projeto Minha mãe não dorme enquanto eu não chegar. Onde esses jovens negros participarão de processo formativo em direitos humanos, comunicação, hip hop, poesia e teatro. 

Desta forma, desejamos trabalhar com jovens líderes que mobilizem e articulem outros jovens, famílias e outras pessoas das comunidades para reflexão e sensibilização acerca da vivência das violências em seus territórios e elaboração de estratégias para o enfrentamento dessas violências. 

As vagas são exclusivas para jovens negros (pretos ou pardos), residentes nos territórios do Cabula (Narandiba, Doron, Saboeiro, São Gonçalo, Tancredo Neves, Jardim Santo Inácio, Mata Escura, Engomadeira, Arraial do Retiro, Calabetão, Estrada das Barreiras e Cabula VI), do Nordeste de Amaralina (Santa Cruz, Vale das Pedrinhas, Nordeste de Amaralina e Chapada do Rio Vermelho) e do Subúrbio (Lobato, São João do Cabrito, Plataforma, Alto da Terezinha, Rio Sena, Praia Grande, Itacaranha, Periperi, Nova Constituinte, Coutos, Fazenda Coutos e Paripe).

Uma vez contratados, os mobilizadores desenvolverão suas atividades em modo presencial nos territórios, junto ao Programa de Direitos Humanos, e na sede do Instituto Odara, em Salvador (BA).

Vagas disponíveis:

  • Mobilizadores do Projeto Jovens Negros na Construção de uma Cultura de Paz e Acesso à Justiça (03).

Perfil da Contratação

  • Contratação temporária (Duração: 18 meses);
  • Remuneração; R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais);
  • Supervisão: Coordenação do Projeto Minha Mãe Não Dorme Enquanto Eu Não Chegar;
  • Carga horária: 20h semanais, a depender da demanda da semana.

Os mobilizadores contratados serão responsáveis por:

  • Planejar, Articular, monitorar e executar as ações do Projeto Jovens Negros na Construção de uma Cultura de Paz e Acesso à Justiça;
  • Registrar a execução do projeto de acordo com o estabelecido nos respectivos planos de custo e orçamento;
  • Atuar junto a Coordenação do Projeto Minha Mãe Não Dorme Enquanto Eu Não Chegar na implementação da gestão do respectivo projeto;
  • Definir rotinas e procedimentos para acompanhamento e desenvolvimento das ações;
  • Contribuir no desenvolvimento do projeto em harmonia com os padrões da política de qualidade da Organização;
  • Desenvolver ações junto a outros movimentos e organizações que atuam na mesma agenda política do respectivo projeto;
  • Participar de atividades públicas e representações;
  • Desenvolver relatórios de atividades;
  • Desenvolver planejamentos de ação;

Experiência e conhecimento esperados:

  • Nível médio completo ou cursando;
  • Desejável que tenha experiência com projetos sociais; 
  • Ter experiência em mobilização comunitária;
  • Desejável ter prática na elaboração de relatórios;
  • Ter disposição para trabalho em equipe, em facilitação de oficinas educativas, e para dinâmicas de gestão compartilhada de processos e projetos;
  • Autogerenciamento, forte capacidade de organização e de gerir múltiplos processos, administrar o tempo, definir prioridades e foco.

Características esperadas:

• Postura ética;

• Iniciativa;

• Compromisso com resultados estabelecidos em planejamento;

• Compromisso com a missão da Organização;

• Apurado senso prático e posicionamento político;

• Senso de organização;

• Boa comunicação escrita e oral;

• Facilidade para cooperação e trabalho em equipe;

• Capacidade de negociação e articulação;

• Habilidade para coordenar processos de forma participativa.

Processo Seletivo

  1. Envio de currículo: de 29 de agosto a 05 de setembro;
  2. Resultado da primeira etapa e Convites para entrevistas: 12/09/22;
  3. Realização de entrevistas: 14 a 16/09/22;
  4. Comunicação do resultado final: 20/09/22
  5. Fechamento de contrato e início do trabalho: 26/09/22

Obs.: Daremos retorno por e-mail para os candidatos que tiverem seus currículos selecionados para entrevistas.

Assine o Boletim Odara:



Compartilhe:

Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.