CURSO GRATUITO ABORDA ATUAÇÃO DE MULHERES NEGRAS NO BRASIL

Fonte: SEPPIR

 Debate trata das produções de mulheres negras em vários períodos da históriabrasileira. inscrições podem ser feitas até 28 de fevereiro

Estão abertas as inscrições para o curso “Produção Intelectual de Mulheres Negras – Trajetórias das Mulheres Negras no Brasil”, organizado pela Associação Mulheres de Odun (AMO).

Realizado no âmbito das ações do Prêmio Lélia Gonzalez, o curso trata das produções de mulheres negras em vários períodos da história brasileira, relacionando com a trajetória geral das mulheres no Brasil.

As inscrições vão até o dia 28 de fevereiro e podem ser feitas pelo site www.amoead.com.br . O curso tem início no dia 9 de março e será realizado na modalidade a distância, gratuitamente.

Realizado pela Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir) e pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), o concurso distribuiu R$ 2 milhões a projetos que envolvem mídias; campanhas; eventos (cursos, seminários, oficinas, encontros ou similares); produção de publicações, registro e memória.

Todo o material é distribuído em três eixos prioritários: Protagonismo da Organização; Enfrentamento ao Racismo e ao Sexismo Institucional e; Cultura e Comunicação para a Igualdade.

No total, foram premiadas 13 instituições que atuam em âmbitos nacional, estadual e municipal, sediadas nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Bahia e Amapá.

Lélia Gonzalez

Lélia (1935-1994), foi antropóloga e ativista e é referência dos movimentos negros e de mulheres. Seu legado é fonte permanente de inspiração para diversas ações de enfrentamento ao racismo e ao sexismo, bem como para iniciativas que visam ampliar a participação política das mulheres, especialmente das mulheres negras.

Deixar uma resposta