Audiência pública levanta debate sobre combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes

O objetivo é debater o cenário de violações sexuais contra crianças e adolescentes na Bahia, mobilizar a sociedade e traçar estratégias para fazer enfrentamento a esse tipo de crime

Redação Odara

Na próxima quarta-feira (22), às 9h, acontece a Audiência Pública: Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A atividade será realizada através da Procuradoria da Mulher na Câmara de Vereadores, que é presidida pela Mandata Coletiva Pretas por Salvador, em parceria com o Odara – Instituto da Mulher Negra, no auditório do Bahia Center, anexo da Câmara Municipal de Salvador, localizado na Rua Rui Barbosa, nº 23, Centro, Salvador (BA).

A audiência acontece no contexto do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes (18 de maio) e tem por objetivo debater o cenário de violações dos direitos sexuais de crianças e adolescentes na Bahia, mobilizar a sociedade e traçar estratégias para fazer enfrentamento a esse tipo de crime.

“O 18 de maio é um dia de luta. Essa data traz um debate muito forte sobre como a gente precisa, todos os dias, combater o abuso sexual infantil, mas é para além disso: é pensar políticas públicas, é pensar orçamento e pensar a garantia de espaços aonde essas crianças possam se sentir seguras”, explica Laina Crisóstomo, co-vereadora da Mandata Pretas por Salvador.

O debate contará com a participação das parlamentares da mandata, de profissionais da saúde e do serviço social, além de representantes do Projeto Ayomide Odara e do Nós Por Nós – Projeto de Justiça Reprodutiva do Nordeste, do Odara – Instituto da Mulher Negra.

Segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública (2023), o estupro é o crime com o maior número de registros contra crianças e adolescentes. Foram 51.971 denúncias só em 2022. Os dados apontam ainda que a maior parte das vítimas são crianças de até 13 anos, e 60% das vítimas nesta faixa etária são pretas ou pardas.

Para Érika Francisca, coordenadora do Projeto Ayomide Odara, a audiência será um importante espaço para ampliar e fortalecer redes de proteção e cuidado. “Será um momento estratégico, onde vamos pensar ações de incidência política no sentido de fomentar a prevenção, a denúncia e, principalmente, discutir a educação sexual como uma importante ferramenta de combate às violências sexuais contra as nossas crianças e adolescentes”, afirma.

SERVIÇO

O que: Audiência Pública: Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Quando: 22 de maio de 2024, às 9h

Onde: Bahia  Center, anexo da Câmara Municipal de Salvador, Rua Rui Barbosa, nº 23, Centro, Salvador (BA).

Assine o Boletim Odara:



Compartilhe:

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *