Povo Negro vs Atakadão Atakarejo

Salve geral!

Na última quinta-feira (09) aconteceu audiência do caso População Negra contra o Grupo Atakadão Atakarejo. A próxima audiência de mediação acontece no dia 14 de outubro.

As audiências fazem parte do processo de Ação Civil Pública movida pela Associação Educafro, o Centro Santo Dias de Direitos Humanos e o Odara Instituto da Mulher Negra contra a Rede de Supermercados Atakadão Atakarejo, buscando reparação coletiva em razão das mortes de Bruno Barros da Silva, de 29 anos, e seu sobrinho, Ian Barros da Silva, de 19 anos.

O caso bárbaro aconteceu no dia 26 de abril deste ano, na cidade de Salvador, na Bahia. Os dois jovens negros famintos foram presos pelos seguranças do supermercado no bairro de Amaralina e entregues a civis armados após tentativa de furto de alguns quilos de carne.

O caso gerou muita comoção e revolta na opinião pública. A partir de então, mais uma morte e pelo menos oito casos de tortura envolvendo seguranças da Rede Atakarejo foram identificadas através da mídia. Nos demais casos, a medida de tortura também foi aplicada como suposta punição por furtos de comida nos mercados da rede. Em nenhum dos casos a polícia foi acionada.

As três entidades coautoras do processo pretendem alcançar uma série de medidas reparatórias pelo crime, que será destinada à população negra da Bahia organizada na luta contra o racismo.

Acompanhe as redes @odarainstituto , @educafro e Centro Santo Dias de Direitos Humanos para mais informações!

RacistasNaoPassarao #VidasNegrasImportam #CasoAtakarejo

Deixar uma resposta