Boletim Especial Julho das Pretas 2019


Data de publicação: 30 de out de 2019

A REDE DE MULHERES NEGRAS DO NORDESTE ANUNCIOU – e o Julho das Pretas 2019 foi Mulheres Negras por um Nordeste Livre

Foram ao todo 46 atividades organizadas em parceria com a Rede Nordeste

A 7ª edição do Julho das Pretas teve como tema “Mulheres Negras Por Um Nordeste Livre”. A chamada foi proposta pela Rede de Mulheres Negras do Nordeste e acolhida por centenas de organizações, coletivos e ativistas da região, demarcando a resistência histórica das mulheres negras da nossa região nas lutas por liberdade, igualdade e pela democracia. Somos o grupo humano brasileiro que mais disse não ao fascismo nas urnas em 2018. Somos a mão de obra que move o motor do desenvolvimento no Brasil. Somos a contribuição política intelectual que pensa e constrói a sociedade brasileira em toda sua história, e ainda assim somos constantemente apagadas, silenciadas, violadas, e por isso este ano toda região Nordeste grita por liberdade.

Construímos os caminhos de liberdade contra o racismo, o sexismo, a violência policial, o feminicídio, o encarceramento em massa e as diversas formas de terrorismo do Estado.

“O Julho das Pretas é especial. Para nós, do movimento de mulheres negras, se tornou um marco de luta muito mais importante que o 8 de março. Estamos imersas em atividades todo o mês e tratamos de uma forma muito comprometida e sensível sobre o nosso ser e o nosso fazer enquanto mulheres negras”, declarou Sônia Terra, do Ayabás Instituto da Mulher Negra do Piauí, organização que compõem a coordenação da Rede de Mulheres Negras do Nordeste.

Clique no link e veja o boletim completo!

Boletim Especial Julho das Pretas 2019

Comentários


 

Instituto Odara © 2018 - Desenvolvido por Charles Ribeiro